Winebar do Chile e as novas Subdenominações em resumo. 4


Pela primeira vez participei do Winebar, uma degustação virtual ao vivo que reúne jornalistas, blogueiros e apaixonados por vinho.

O tema deste Winebar foi as novas Subdenominações de Origem do Chile.

A fim de facilitar ao consumidor, o Chile dividiu o país em três subregiões, além daquelas regiões já conhecidas (Maipo, Bio Bio, Vale de Rapel, Colchagua, etc):

 

IMG_2549

5 vinhos chilenos de 3 subregiões: Costa, Entre Cordillera e Andes.

Costa: clima frio, em razão da corrente marítima de Humboldt. Aqui os vinhos são frescos e com boa acidez. Excelentes Sauvignon Blanc e tintos de clima frio, como Pinot Noir;

Entre Cordilleras: extensa planície entre os Andes e a cordilheira da Costa. Os brancos dessa região são intensos e tintos de caráter; e

Andes: influencia dos ventos frios da Cordilheira dos Andes, com grande variação diurna/noturna de temperatura. Aqui os vinhos tem grande estrutura e personalidade.

 

IMG_2544

Miguel Torres Rosé harmonizou bem com carpaccio de salmão.

Provamos 5 excelentes vinhos, aqui em resumo:

Subdenominação COSTA:

1) Miguel Torres Santa Digna Estelado Rosé: feito com a uva (nada comum)País, um vinho delicado, fresco que acompanhou bem o carpaccio de salmão.

2) Viña Ventisquero Reserva Pinot Noir 2012: 100% Pinot Noir, cor cereja, aromas de frutas vermelhas, leve e refrescante. Bom custo benefício.

 

IMG_2574

Terrunyo Sauvignon Blanc com aromas de aspargos.

3) Concha y Toro Terrunyo Sauvignon Blanc 2011: A Terrunyo é a linha premium da Concha y toro e gostei muito desse vinho. Frutado, fresco, com um aroma e sabor incrível de aspargo. Harmoniza muito bem com ostras ou mesmo com um risoto de aspargos.

Subdenominação ENTRE CORDILLERAS:

 4) Concha y Toro Terrunyo Carmenere 2007: Com 14,5% de álcool, e cor intensa que tinge o copo, o vinho tem notas vegetais e de especiarias e passa 15 meses em barrica. Poderoso para harmonizar com um steak au poivre.

 

IMG_2596

Terrunyo Carmenére: intenso e especiarias.

5) Pérez Cruz Reserva Cabernet Sauvignon 2011: notas de madeira e pimentão, toque mentolado. Um belo Cabernet, equilibrado, com bons taninos, com certeza o melhor tinto da noite, na minha opinião.

Aqui os vídeos do programa em 3 partes.

Saúde e viva o Chile!

 

 

 

 

 

 

Comentários

comments


Leave a Reply to Celebrai Vinhos Cancel reply

4 thoughts on “Winebar do Chile e as novas Subdenominações em resumo.