Vinho é mais antigo do que pensei. PANGEA te diz algo? 2


O supercontinente PANGEA: será que o vinho data dessa época?

O supercontinente PANGEA: será que o vinho data dessa época?

Livro para mim é igual televisão. Tenho diversos livros baixados no meu Kindle e leio de acordo com meu ânimo e vontade. E foi “zapeando” entre livros que descobri um livro super interessante, dizendo que o vinho poderia ser bem mais antigo do que imaginávamos.

O livro do escritor americano Paul Lukacs se chama “Inventing Wine: A New History of One of the World’s Most Ancient Pleasures“. Paul Lukacs já escreveu diversos livros sobre vinhos, principalmente sobre vinhos americanos e me surpreendeu ao falar da história do vinho. Abaixo um trecho:

“As vinhas pertencem à família da planta Vitaceae, cujos fósseis (em sementes) foram encontradas em pedras que datam do final do período geológico chamado Terciário, cerca de 50 milhões de anos atrás. Alguns cientistas especulam que essa família de plantas é ainda mais velha, de uma trepadeira que existia no supercontinente Pangea, antes que as massas de terra se separassem, cerca de 300 a 500 milhões de anos atrás.” (tradução é minha).

Revelações interessantes no livro de Paul Lukacs, "Inventing wine".

Revelações interessantes no livro de Paul Lukacs, “Inventing wine”.

E Paul, vai ainda mais longe. Ele diz que vinho é um processo natural, que se dá com a quebra das cascas das uvas e que sempre ocorreu. Então existindo uvas, existe a fermentação.

Nunca eu tinha ouvido um autor escrever dessa maneira ou com esse pensamento. Normalmente todos defendem que o vinho surgiu na Mesopotâmia e que o vinho é um processo inventado pelo homem.

É sempre interessante ouvir novas opiniões. Saúde e boa preparação para o carnaval!!

Comentários

comments


Leave a Reply

2 thoughts on “Vinho é mais antigo do que pensei. PANGEA te diz algo?