Sem posts, sem podcasts ou vídeos….Aff, é o Diploma 6


Papéis, fichas, mapas, anotaçoes e um café no meio...

Papéis, fichas, mapas, minha “tabela periódica” das uvas e um café no meio…

Meu último post foi publicado dia 18 de Maio. Meu último Podcast, em 30 de Abril. Será que estou cansada de escrever?

Longe disso!

A razão do meu sumiço é simples: as provas da Unidade 3 do WSET Diploma. Semana que vem embarco para São Francisco para fazer as provas que são consideradas o “Everest” do Diploma.

Diploma (nível 4), como já falei, é a maior qualificação de vinhos, antes do Master of Wines. É um curso feito em 2 a 3 anos e são 8 provas. As taxas de aprovação são bem baixas (a Unidade 3 tem 29% de aprovação no mundo, por exemplo) e tudo isso é organizado pela Wine and Spirit Education Trust em Londres.

Todas as provas são em inglês e muito específicas e com muita matéria. Dia 10 de junho, todas as escolas ao redor do mundo (Austrália, África do Sul, Inglaterra e Estados Unidos) fazem esta prova.

A prova consiste em:

– 12 vinhos às cegas. Eles são degustados em flights de 3, sendo que você tem que qualificar todo o vinho (aspecto, nariz e palato) e depois adivinhar o país, uva, preço, dar a qualidade do vinho, e justificar tudo isso. Não vale chute, aqui só tem lógica.

– 5 questões dissertativas, feitas em 3 horas. Ninguém espera que você escreva menos de 2 páginas por pergunta e as perguntas são bem específicas. A Unidade 3 envolve TODAS as regiões do mundo, em que você tem que saber história, clima, solo, uvas, métodos de viticultura, métodos de vinificação, classificação e legislação, e mercado (business). Tá bom para você? A gente vai ficando tão bitolada, que agora olho para o meu sabão de lavanda e já penso nos vinhos da Provence (uvas, apelações, altitude).

Outro dia, vi uma propaganda da Grécia em uma revista e já relacionei Santorini com a uva Assirtiko, o solo vulcânico, a mineralidade dos vinhos e o método único que eles tem de treinar a vinha enrolada. Aff! Até meu marido já está virando um “winegeek” ou nerd dos vinhos, porque ele prova um vinho branco e diz “esse vinho tem fermentação malolática, certo?”.

Bom, com isso tudo, eu realmente deixei o site e as redes sociais de lado. Mas espero que depois do dia 10, tudo volte à normalidade.

Enquanto isso, aproveite para ouvir novamente os Podcasts e rever os vídeos. Aqui abaixo um exemplo das perguntas, retiradas da prova de 2013 (em inglês)…

Bons vinhos e saúde!

Ale Esteves

 

Describe the differences in wine production between Oregon and Washington with reference to the following factors:
a) Geography and climate (40% weighting)
b) Soils (10% weighting)
c) Grape varieties (30% weighting)
d) Industry structure (20% weighting)”

“With reference to the wines of Europe, write about FIVE of the following:

a)Aglianico b) Albarino c) Assyrtiko d) Blaufrankisch e) Dolcetto

f) Dornfelder g) Gruner Veltliner h) Harslevelu i) Mencia j) Scheurebe k) Verdejo”

“Describe the AOC system of the vineyards of the Cote d’Or (70% weighting). Outline the advantages and disadvantages of this system for the consumer (30% weighting)”

“Discuss the water shortages in South East Australia, Spain and Argentina (40% weighting).
How are wine producers dealing with the challenges created? (60% weighting)”

Comentários

comments


Leave a Reply

6 thoughts on “Sem posts, sem podcasts ou vídeos….Aff, é o Diploma