Roteiro pelas vinícolas da Alemanha: Franken e Württemberg 4


bocksbeutel

A típica garrafa da região da Francônia.

Continuando meus posts sobre turismo pelas regiões da Alemanha, hoje falo das regiões de Franken (Francônia) e Württemberg e seus vinhos, claro.

Franken é uma região ao leste de Frankfurt, que engloba as cidades de Würzburg (visite a Residência de Wurzburg e o forte Marienberg, além do centro da cidade que é lindo), Schweinfurt, chegando quase até Bamberg. Esta região foi sempre conhecida pelos seus vinhos de uvas brancas como Silvaner, Müller-Thurgau, Silvaner, Riesling, Bacchus e Scheurebe, vendidos nas típicas garrafas Bocksbeutel.

Wurzburg

Sala de degustações, localizada embaixo da Residência de Würzburg.

Hoje a região se modernizou e tem uma estrutura enoturística bem especial e tem vinhos reconhecidos mundialmente. Eu provei vários vinhos, entre tintos e brancos, em uma degustação da VDP (associação alemã que reúne os Grand Cru) em Wiesbaden, em agosto deste ano e me surpreendi. Aqui algumas dicas de vinícolas a visitar:

1)Weingut Brennfleck: super moderna por fora e de estrutura familiar, essa vinícola oferece brancos, tintos e rosés e vinhos espumantes para provar. Eles recebem todos os dias, durante a semana. http://www.weingut-brennfleck.de/kontakt.html

2) Staatlicher Hofkeller Würzburg: embaixo da Residência de Würzburg há um labirinto de caves que oferece visitas e degustações. Se você vai estar na cidade, é um passeio IMPERDÍVEL. Aberto de segunda a sábado, informe-se aqui: http://www.hofkeller.de/

Castell

3) Castell: esta linda vinícola é um verdadeiro castelo e ela faz parte da reconhecida organização VDP.  Seus vinhos mais famosos são os das uvas Silvaner, Riesling e Pinot Noir (Spätburgunder). Atende turistas de segunda a sábado, informe-se: http://www.castell.de/en/the-domain.html

Fora isso há muitas atividades na região, como caminhadas, passeios de bicicleta, cruzeiros em rios, o castelo Johannisburg em Aschaffenburg, e a famosa “Rota Romântica”, que começa em Würzburg.

Besigheim

Besigheim na região de Württemberg. Crédito da foto: http://freelyshout.com

Württenberg

Essa região ao Sul da Alemanha, que se estende pelas cidades de Heilbronn e Stuttgart, tem mais de 11.000 hectares de vinhas plantadas, sendo 70% de uvas tintas. Trollinger, Pinot Meunier, Lemberger e Pinot Noir são algumas das uvas tintas plantadas, na região de maior consumo de vinho da Alemanha. Grande parte das vinícolas está nas encostas do rio Neckar e dos seus afluentes, e protegida das intempéries pela Floresta Negra. Dizem que Besigheim é a cidade vinícola mais bonita da Alemanha.

1)Weingut Kern: Com estrutura e estacionamento para receber turistas, essa vinícola bem moderna, está aberta de segunda a sábado. Faz vinhos brancos, tintos e rosés e tem uma linha especial chamada Gold. Informe-se: http://www.kern-weine.de/weine

Burg Hornberg: vinhos desde 1184.

Burg Hornberg: vinhos desde 1184.

2) Weingut Burg Hornberg: esta é uma das vinícolas mais antigas da Alemanha, com registros históricos desde 1184. Hoje é possível visitar as ruínas do castelo e comprar os vinhos. Degustação de vinhos, só com hora marcada. http://www.burg-hornberg.de/html/willkommen.html

A região de Württemberg tem uma boa empresa que organiza passeios em vinícolas, com aulas e guias especializados. Acesse aqui para conhecer: http://www.weinerlebnistour.de/weinerlebnisse.html

A região também conta com uma boa estrutura de hotéis e pousadas, principalmente Stuttgart, mas os hotéis mais charmosos desta região estão na cidade de Baden-Baden. Ali há hotéis 5*, hotéis históricos e hotéis que fazem parte de associações como The Leading Hotels of the World, por exemplo.

Boa viagem!

Ale Esteves

Comentários

comments


Leave a Reply

4 thoughts on “Roteiro pelas vinícolas da Alemanha: Franken e Württemberg

    • Ale Esteves Post author

      Que pena Mauren! Engraçado que entrei no site das vinícolas agora e eles dizem que estao abertos nos dias da semana. Será que era feriado ou férias escolares quando você foi? Sei que Julho é um mês que muita gente viaja na Alemanha. Abraço, Alessandra Esteves

    • Ale Esteves Post author

      Ola Luiza, as vinicolas grandes sempre tem quem fale inglês, ja as pequenas em que estão os donos, normalmente so alemão ou um pouquinho de inglês. Abraço, Alessandra Esteves