Os melhores aeroportos do mundo para comprar e beber vinhos 4


Quem viaja muito já sabe que aeroportos não são somente salas de espera e locais onde você pega um voo, mas verdadeiros shoppings com lojas e restaurantes. Aqui eu listo meus aeroportos favoritos para comprar ou beber vinhos.

Pausa para almoço na Caviar House do aeroporto de Londres

Pausa para almoço na Caviar House do aeroporto de Londres

London Heathrow. Você já deve estar se perguntando porque Paris não está em primeiro lugar na minha lista. Eu tenho que confessar que Heathrow tem a melhor segurança do mundo, com amplas salas para revista e funcionários bem treinados. O aeroporto é novo, com pé direito alto, as salas VIP ótimas. Além disso, sou fã da Caviar House and Prunier, que oferece sanduíches de salmão, pratos de caviar e champagne, enquanto você espera seu voo. A Fortnum & Mason também tem um champagne bar dentro do aeroporto. Para comprar vinhos ou bebidas, há inúmeras opções como a Harrods, World of Whiskies, o Duty Free e mesmo dentro das lojas Caviar House nos terminais 2, 3, 4 e 5, você encontra grandes vinhos Bordeaux.

 

Quer comprar um Petrus no aeroporto? Paris tem.

Quer comprar um Petrus no aeroporto? Paris tem.

Paris Charles de Gaulle. Paris é um excelente aeroporto para comprar vinhos. O aeroporto passou por uma grande reforma, mas ainda assim tem locais com pé direito baixo, ônibus entre terminais, filas intermináveis para passar a segurança. Por isso, em razão das minhas experiências pessoais, não é meu aeroporto favorito. Mas o Duty Free do Terminal Internacional…. Eu nunca vi tantos Bordeaux Grand Cru em um aeroporto ou tantas marcas de champagne. Quer comprar um Chateau D’Yquem no aeroporto? Lá tem. Quer comprar um Château Petrus 1990 por 7.500 euros? Lá também tem. É de uma riqueza impressionante.

Frankfurt, Alemanha. Frankfurt é daqueles aeroportos organizados, modernos, onde tudo funciona. Um dos meus aeroportos preferidos na Europa. O Duty Free lá é imenso e a quantidade de champagne é impressionante. A Alemanha é o país que mais consome vinho espumante no mundo, assim que o Duty Free faz jus ao seu público. Além do Duty Free há uma Caviar House, o Italissimo e o Deli Bros, que vendem vinhos e comidas gourmet. Para comer, sugiro o Käfer’s ou o Connection Cafe & Diner.

Bar de espumantes em Milão.

Bar de espumantes Ferrari em Milão.

Milão Malpensa, Itália. O aeroporto de Milão foi reformado e sinceramente parece que você está em um mega shopping ou em uma rua com lojas de luxo. Lojas como Gucci, Armani, Bulgari e Hermes, estão lado a lado com as lojas Duty Free. Mas o que eu mais gosto nesse aeroporto é o bar de espumantes da Ferrari. Ferrari é um dos melhores produtores de espumantes na Itália (nada a ver com a marca de carro) e eles tem um winebar no meio do aeroporto de Milão, com vinhos por taça ou garrafa. Dá vontade de perder o voo de propósito.

Peça um café e espere por ele.

Peet’s Coffee & Tea: peça um café e espere por ele.

São Francisco, Califórnia. Saindo da Europa, eu gosto muito do aeroporto de São Francisco que tem o Napa Farms Market, que tem uma seleção interessante de vinhos da Califórnia e de outros lugares do mundo. Se você também gosta de café, prove o Peet’s Coffee & Tea, que é a resposta californiana para o Starbucks Coffee. Lá o café é orgânico, e eles fazem um slow coffee, ou seja um café que demora mais para fazer, mas que possivelmente tem mais sabor.

Chenin Blanc, Schreube e Sauvignon Blanc no VinoVolo de Washington.

Chenin Blanc, Schreube e Sauvignon Blanc no VinoVolo de Washington.

Miami, Washington, Philadelphia, Dallas, Los Angeles, Nova Iorque e Las Vegas nos Estados Unidos. Em geral, os aeroportos dos Estados Unidos tem apenas grandes marcas de vinhos nos Duty Free (Veuve Clicquot, Möet & Chandon, Banfi, Mondavi) e não investem em tantas novidades quanto na Europa. Mas nesses aeroportos você encontra pequenas lojas e restaurantes de vinhos. Miami tem o Beaudevin, por exemplo, um bistrô pequeno no terminal D. Nos demais aeroportos há o Vino Volo, um restaurante e loja de vinhos bem bacana, que tem degustações de vinhos, vinhos por taça ou garrafa e ainda vinhos para comprar. Tem wifi gratuito e é uma boa opção enquanto você espera um voo. O aeroporto de Las Vegas também uma loja enorme chamada Liquor Library na chegada.

Na América Latina, eu gosto bastante dos aeroportos de Bogotá (só tem marcas famosas de vinhos), do Panamá (bom preço, mas o aeroporto é caótico), Guatemala (vinhos só nos voos que saem do país), Santiago (aeroporto é antigo, mas as lojas de vinhos são bem interessantes, com produtores grandes e outros não tão conhecidos).

O Aeroparque de Buenos Aires, na Argentina é um dos melhores aeroportos na América do Sul para comprar vinhos. No Duty Free há muitas opções, com vinhos de excelentes produtores argentinos, de diversas faixas de preço. Infelizmente não tirei foto desse aeroporto.

O Brasil não vai entrar na minha lista, porque (corrijam-me se estou errada) tem um dos Duty Free mais caros do mundo. O champagne Veuve Clicquot, por exemplo, custa $78 no Duty Free de Guarulhos, o dobro do preço de qualquer loja do mundo. Uma vergonha!

Quanto aos aeroportos da Ásia, como Dubai (com a loja Les Clos, com o Château Petrus mais antigo do mundo), Cingapura (uma área enorme destinada a bebidas) e Xangai, todos cada vez mais investem em lojas de bebidas. Mas estes ainda preciso visitar/voltar.

Bom fim de semana!

Ale Esteves

Comentários

comments


Leave a Reply

4 thoughts on “Os melhores aeroportos do mundo para comprar e beber vinhos

  • Su Maestri

    Alessandra, excelente suas informações sobre vinhos em aeroportos. Em Fiumicino (Roma) também tem um bar de espumantes da Ferrari com ótimo atendimento e comidinhas bem elaboradas. Lá também se toma excelentes rótulos de brancos, roses e tintos italianos. A espera pelo vôo fica mais agradável.

    • Ale Esteves Post author

      Alan, obrigada pela mensagem. Se você está viajando, claro que na loja vai ter muitas opções, além do que você pode embalar e despachar. Lojas em aeroporto são para pegar algo de ultima hora, que cabem em mala de mão ou se você lembrou de um ultimo presente. Abraço, Ale Esteves