O vinho e os Millennials brasileiros 4


Millennials são uma geração de pessoas, nascidas entre o inicio dos anos 1980 e o final dos anos 1990 que tem sido amplamente estudados, em razão de seus hábitos de consumo.

Para fins de estudos antropológicos, toda geração tem um nome, assim existem os “Baby boomers”, nascidos após a segunda guerra mundial, a “geração Y”, nascidos entre meados de 1970 e 1990 e os Millennials, que ganham esse nome porque chegaram à maioridade em torno do milênio, ou ano 2000.

Para fins deste texto, vou considerar os Millennials no seu conceito mais amplo, ou seja, pessoas que tem entre 20 e 38 anos atualmente.

Nos Estados Unidos, diversos centros de pesquisa e universidades tem estudado essa nova geração. Segundo eles, os Millennials são pessoas altamente conectadas, qualificadas e que dão valor mais a viver bem do que consumir bens materiais.

Um exemplo disso, pode ser o fundador do Facebook, que apesar de ser um dos homens mais ricos do mundo, já doou parte de sua fortuna em vida e que usa basicamente a mesma roupa sempre.

Mas isso não quer dizer que os Millennials não sejam consumistas. Eles consomem sim, em qualidade. Para eles há mais importância em empresas éticas, comprometidas com o meio ambiente e com as gerações futuras e que tenham alguma historia ou valor. Eles estão dispostos a pagar mais pelo produto desta empresa, desde que identifiquem esses valores.

No mundo do vinho há muita semelhança e por isso tantas pesquisas nos Estados Unidos.

Lá, os Millennials passaram a ser os maiores consumidores de vinhos do país, deixando a rica geração dos Baby Boomers para trás. Eles estão dispostos a pagar mais pelos vinhos que consomem, sendo que o maior consumo esta em vinhos com valores de US$ 10-15, considerados vinhos premium.

Os Millennials americanos compram muito vinho online e pagam mais por um produto que tenha maior qualidade, não se importando com a quantidade.

Eles também consultam sites e aplicativos, para tomar a decisão de compra e são mais informados que as gerações anteriores. Muitos frequentam cursos de vinhos, online ou presencial, ja viajaram para regiões de vinho e querem saber mais sobre o assunto e sobre os produtores.

No Brasil, as coisas parecem relativamente iguais.

Na falta de instituto de pesquisa que se interessem pelo tema ou mesmo de publicações que corram atras disso, eu resolvi lançar uma pesquisa online, para ver os resultados. Publiquei a pesquisa em 22 de Março de 2016 e pedi aos meus contatos nas redes sociais que respondessem às questões. Deixei a pesquisa aberta no site por 4 meses e pedi também aos meus ouvintes de Podcast que respondessem a pesquisa. Como os Millennials são conectados, achei que esses meios poderiam me trazer respostas mais fidedignas.

Mas qual a importância da pesquisa, alias? É saber quem são os consumidores de vinhos, o que eles querem, como compram e como se comportam. Algo interessante para quem quer vender, dar cursos ou escrever para esse público.

Os resultados foram dentro do esperado. De cerca 400 respostas que tive em 5 perguntas, os resultados dos Millennials brasileiros bateram os os Millennials americanos. Somente o método de compra de bebidas alcoólicas se diferenciou.

Abaixo as perguntas e respostas:

Pergunta 1: Você consome bebidas alcoólicas (vinho, cerveja, destilados, etc) com que frequência?

Resposta: 43% consome mais de 3 vezes por semana.

frequenciaPergunta 2: Qual a bebida de sua preferência?

Resposta: 69,6% consome vinho e espumantes, preferencialmente.

tipoPergunta 3: Se você tivesse R$ 500,00 para gastar em bebidas, você:

Resposta: 94,9% compraria menor quantidade, com maior qualidade.

qualidadePergunta 4: Você consome mais bebida que seus pais?

Resposta: 62% disse que sim.

pais2
Pergunta 5:
 Você compra vinhos e bebidas online?

Resposta: 58,9% disse que compra online e em lojas.

compraObrigada a quem participou na pesquisa.

Boa semana!

Ale Esteves

Comentários

comments


Leave a Reply

4 thoughts on “O vinho e os Millennials brasileiros

  • Ju Gonçalves

    Excelente Alê!
    Os seus leitores naturalmente gostam mais de vinhos do que outras bebidas, em
    virtude disso, é provável que no número 2, o vinho teve o maior percentual de respostas.
    Adorei o post.
    Beijão
    Ju

    • Ale Esteves Post author

      Exato Ju, mas mesmo entre os bebedores de cerveja já se vê a tendência da qualidade, já que preferem beber cervejas artesanais a tomar mil engradados da cerveja barata. Voce sabe disso bem melhor do que eu. beijo! Ale Esteves

      • Juliana

        É verdade Ale!
        Há uma garotada boa e bem jovem investindo nas cervejas artesanais, bebendo menos e melhor, ávidos por novidades.
        Super beijos e obrigada pela resposta.

  • Alyne Tofoli

    Ale, achei excelente a forma direta que você abordou o assunto. No geral, tenho notado no meu ciclo de amizades que se procuram mais sim qualidade. Um exemplo disto, é a quantidade de conhecidos que são assinantes do CLube W (Wine.com). Bjo
    Alyne Tofoli