O Grande Gatsby, Leo Di Caprio e Möet & Chandon. Quanto a Möet pagou para aparecer no filme? 2


great-gatsby-champagne

Leonardo di Caprio (como Jay Gatsby) e o champanhe Möet & Chandon.

O Grande Gatsby, lançado no Brasil em 07/06 e dirigido por Baz Luhrmann, conta a história do milionário Jay Gatsby (impecável Leonardo di Caprio) e do seu mirabolante estilo de vida. Adaptado do romance homônimo do escritor americano F. Scott Fitzgerald, o filme mostra Jay Gatsby bebendo champagne Möet & Chandon descaradamente em diversas cenas. Mas quanto a Möet pagou por essa publicidade?

Moet-Chandon-nabucodonosor

Möet Chandon Imperial 1921 Nabucodonosor.

Uma tendência cada vez maior, a indústria de colocação de produtos nos filmes girou mais de 8 bilhões de dólares em 2012. Mas neste caso, a casa de champanhe afirma que não pagou absolutamente nada (fonte: Forbes e LA Times). A Möet teria sido convidada pela produtora do filme Catherine Martin, por uma razão puramente histórica.

Fitzgerald nunca mencionou em seu livro a marca de champanhe bebida por Jay Gatsby, mas a Möet existe desde 1743 e foi uma das primeiras casas a exportar para os EUA.

Moet1921

Möet de 1921 usada no Grande Gatsby.

Além disso a Moët & Chandon é a maior casa de champanhe da França e tem cerca de 3.000 hectares de videiras, em um local onde existem produtores com 0,5 hectare de terras. Com tudo isso, é bem provável que Jay Gatsby bebesse Möet mesmo.

A empresa teve que recriar os rótulos e garrafas de 1921 usados no filme, inclusive nos tamanhos magnum (1,5 l), e na quase inexistente nabucodonosor (15 litros).

Não sou muito fã dos filmes de Baz Luhrman (Moulin Rouge e Australia), mas as jóias Tiffany, as roupas Prada, o Leonardo di Caprio e o champanhe impressionam. Saúde!!

Comentários

comments


Leave a Reply

2 thoughts on “O Grande Gatsby, Leo Di Caprio e Möet & Chandon. Quanto a Möet pagou para aparecer no filme?